Psicologia

Psicologia Clínica
O objetivo da Psicologia Clínica é aplicar os principios teóricos e metodológicos da Psicologia como ciência.
Terapia Cognitivo Comportamental
A Terapia Cognitivo Comportamental e a Análise Comportamental Aplicada revelam-se como uma das metodologias mais eficazes para o estudo do comportamento humano em diversos contextos, oferecendo uma compreensão dos fenómenos psicológicos.
Formação
A formação pode definir-se como uma estratégia para facilitar mudanças no comportamento e para a aquisição de competências que permitam realizar atividades da forma mais adequada possível.
Coaching individual
A orientação profissional deve ajudar a refletir sobre a preparação da procura de emprego, definir o perfil e permitir ganhar confiança durante o processo da procura.
Psicologia & Desenvolvimento Pessoal
Sobre a Susana Cardoso

Consultas de Psicologia Clínica para Crianças, Jovens, Adultos

Psicologia Comportamental | Psicologia da Dor | Neurociências Cognitivas e Afetivas

Susana Cardoso
Psicóloga, PhD
Nº de Psicóloga na Ordem dos Psicólogos Portugueses é 20696
susana cardoso psicologa

Apoio a expatriados

Psicologia e Apoio a expatriados. ...

Saiba mais

Dor

Psicologia na dor crónica. ...

Saiba mais

Psicologia Clínica

Psicologia Comportamental e Afetiva....

Saiba mais
Psicologia da Dor
My title
My Subtitle
Psicologia para Crianças
My title
My Subtitle
Psicologia Familiar
My title
My Subtitle
Terapia de Grupo
My title
My Subtitle
Terapia Cognitiva Comportamental
My title
My Subtitle
Psicologia & Desenvolvimento Pessoal
Perguntas Mais Frequentes

A Psicologia e uma ciência?

Sim, é uma ciência pois utiliza o método científico para estudar o seu objecto de estudo, que é o comportamento humano e os processos cognitivos. Wilhelm Wundt criou em 1879, em Leipzig, Alemanha o primeiro laboratório de Psicologia Experimental para estudar a experiência imediata e observável mediante o método experimental.

Considera-se esta data como o início da Psicologia como ciência. A partir de esse momento, desenvolveram-se vários paradigmas para estudar o comportamento humano e os processos cognitivos.

Os principais paradigmas são, nomeadamente, a Psicologia Gestalt, a Psicologia Comportamental – o Comportamentalismo de John Watson e o Comportamentalismo Radical de Burrhus Skinner, a Psicologia Cognitiva que faz a analogia com as ciências computacionais para estudar os processos cognitivos.

Recentemente, as Neurociências Cognitivas e Afetivas tenta relacionar indicadores comportamentais e fisiológicos para uma maior e melhor compreensão dos fenómenos psicológicos.

Quais os motivos para uma consulta?

Os motivos para pedir uma consulta de psicologia podem ser variados e múltiplos. De acordo com a formação do psicólogo, ele poderá ter as competências para assumir o caso. Assim, é preferível entrar em contacto via telefónica para perguntar se o psicólogo pode tratar o seu caso.

O que faz um Psicólogo?

Um psicólogo analisa as variáveis que estão relacionadas com a situação-problema.

Assim, na investigação cientifica, o psicólogo define um problema para estudar, especifica os objetivos de estudo, as hipóteses, o método e a metodologia de estudo, como as variáveis, a amostra, a forma de avaliar e analisar os dados e finalmente interpreta os dados.

Durante o processo se apoia num modelo teórico que lhe permite orientar o estudo para aceitar ou rejeitar as hipóteses formuladas no início. Já na prática clínica, o psicólogo extrapola os estudos científicos para se apoiar e fazer a devida abordagem do motivo de consulta do paciente/cliente.

Deste modo, o psicólogo clínico deve também formular objetivos, hipóteses, modo de avaliar e de fazer a intervenção psicológica e finalmente avaliar para verificar se houve mudanças.